6 de dezembro de 2023

SINDPREV-AL participa de grande manifestação de protesto contra a Braskem, em Maceió

O SINDPREV-AL, movimentos populares e outras organizações sindicais também estão nesta luta em defesa da vida, por indenização justa e por Justiça, para que a mineradora pague pelos seus crimes perpetuados há mais de seis décadas em Alagoas.

Desde as 7 horas da manhã desta quinta-feira (6) milhares de vítimas das atrocidades praticadas pela mineradora Braskem estão nas ruas de Maceió protestando pelos crimes praticados nos quatro bairros da capital, fazendo com que mais de 50 mil famílias fossem desalojadas.

O SINDPREV-AL, movimentos populares e outras organizações sindicais também estão nesta luta em defesa da vida, por indenização justa e por Justiça, para que a mineradora pague pelos seus crimes perpetuados há mais de seis décadas em Alagoas.

O ato fechou a Avenida Fernandes Lima, em frente ao Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (CEPA). Os manifestantes seguiram pela principal avenida de Maceió (AV. Fernandes Lima) e parando em pontos estratégicos, como o Ministério Público Estadual, Governo do Estado e prefeitura de Maceió.

A mobilização, impulsionada pelo Movimento Unificado das Vítimas da Braskem (MUVB) e pela Associação de Empreendedores Vítimas da Mineração em Maceió, recebe o apoio de várias organizações e movimentos populares do campo e da cidade, além da participação de moradores dos bairros atingidos que foram desapropriados e os remanescentes, como os moradores dos Flexais e Bebedouro, atingidos diretamente pelo descaso diante do agravamento da situação com risco iminente de colapso de uma nova mina na capital alagoana.

A luta vai continuar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *