18 de novembro de 2020

O Brasil não pode repetir o desastre do Chile: Lute contra a Reforma Administrativa

No Chile, por exemplo, a reforma administrativa foi feita na década de 1980 e hoje em dia praticamente não existem serviços públicos essenciais gratuitos como ocorre no Brasil.

Paulo Guedes quer convencer a população de que a Reforma Administrativa será boa para o povo brasileiro. Porém, ele esconde que nos países que já fizeram reformas administrativas a situação não está confortável para a população.

No Chile, por exemplo, a reforma administrativa foi feita na década de 1980 e hoje em dia praticamente não existem serviços públicos essenciais gratuitos como ocorre no Brasil. Nos últimos 40 anos a população do Chile vive na corda bamba sem quase nenhuma ajuda do Estado para momentos de necessidade, mesmo pagando impostos equivalentes ao IPTU, IPVA, taxas de lixo, de iluminação, previdência, etc.

No Chile tem até pedágio pra circular de carro dentro das cidades. É esse modelo chileno o que Paulo Guedes apresenta como exemplo para o Brasil. Mas a população chilena não concorda com a avaliação de Paulo Guedes e resolveu ir às ruas para desfazer a reforma administrativa feita na década de 80, dentre outras coisas.

Fizeram protestos gigantescos em 2019 e 2020 e aprovaram num plebiscito a criação de uma nova constituição para que os cidadãos tenham acesso a serviços públicos. Mas isso Paulo Guedes não comenta. Enfim, a hipocrisia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *