8 de março de 2024

SINDPREV-AL participa de reunião com o Secretário Estadual de Saúde para tratar da questão do SAMU e outras pautas

Na reunião também foram tratados outros temas de interesse da categoria, como a situação no Hospital Geral do Estado (HGE)

 

 

Em reunião com o secretário Estadual de Saúde, Gustavo Pontes de Miranda, realizada na tarde desta quarta-feira (6), dirigentes do SINDPREV-AL apresentaram vários pontos para discussão, tendo como norte a questão do SAMU de Maceió e Arapiraca, no tocante às péssimas condições de trabalho e, no caso de Maceió, a questão de segurança para os servidores por conta da questão da Braskem. O prédio do SAMU Maceió fica localizado em uma área de risco de afundamento.

Na reunião também foram tratados outros temas de interesse da categoria, como a situação no Hospital Geral do Estado (HGE) e outros temas.

Após ouvir todos os relatato dos dirigentes do SINDPREV-AL, o secretário apresentou uma série de medidas para tentar resolver os problemas.

Veja:

Aquisição de 16 ambulâncias (locação), entrega prevista para abril de 2024, Doação Ministério da Saúde de 30 ambulâncias para distribuir para todo Estado, previsão, maio de 2024.
Nova área física do SAMU Maceió, que funcionará a central de regulação de urgência no shopping farol, inauguração 14/03/2024, Melhoria das áreas físicas das atuais unidades, prazo de 90 dias, com descentralização de ambulâncias em Maceió.
Fardamento, direção vai tentar aderir a alguma ata (licitação) no sentido de agilizar a compra na próxima semana em S. Paulo e no prazo de 60 dias estará entregando os novos fardamentos.
Segurança, será reforçada no horário de entrada e saída dos trabalhadores.
SAMU Arapiraca, já estão realizando estudos no sentido de adequar uma área no Quartel dos Bombeiros na cidade para fazer a transferência (90 dias).

Veja abaixo o relatório completo da reunião:

No início da tarde dessa quarta-feira 06/03/2024 o Secretário de Saúde do Estado, Gustavo Pontes de Miranda e sua equipe técnica receberam os dirigentes sindicais do SINDPREV-AL que apresentaram na ocasião várias denúncias das péssimas condições de trabalho do SAMU de Maceió e Arapiraca, denúncias estas que vem sendo feitas ao longo dos anos e que não houve nenhum avanço nas melhorias por parte da gestão.

As denúncias são frutos de várias visitas do SINDPREV-AL às bases do SAMU Maceió e Arapiraca que constatou as péssimas condições de trabalho, frota sucateada distribuídas em várias unidades, e que recentemente a ambulância do SAMU sofreu um incêndio por problemas mecânicos. Além de fardamentos e calçados desgastado pelo tempo de uso, local insalubre para descanso, superaquecido pela falta de refrigeração.
A diretora Valda que esteve recentemente visitando e ouvindo os trabalhadores do SAMU pontuou as cobranças feitas por eles sobre fardamento, novas ambulâncias, segurança no local de trabalho, tendo em vista o estado de desocupação feito pela Braskem, consequentemente no entorno do SAMU encontra-se sem energia elétrica.

Sabe o que está acontecendo

O secretário de saúde disse ter conhecimento de todas as demandas apresentadas e que já vem juntamente com sua equipe técnica organizando um projeto a curto prazo para as melhorias do SAMU.

Segundo a Coronel Elaine Monteiro responsável técnica do SAMU informou que será instituído o programava de governo “Salva Mais” com intuito de resgatar a excelência no atendimento do SAMU e para isso, a gestão será integrada do Samu com bombeiro no espaço que está sendo organizado no quartel dos bombeiros. A ideia é retirar aos poucos os trabalhadores que estão ali naquela edificação do farol, inaugurar a central de regulação de urgência que funcionará no shopping Iguatemi. O mesmo projeto será estendido para Arapiraca com a construção do prédio integrado aos bombeiros, afirmou ela

Conflito

O diretor do SINDPREV-AL, Célio dos Santos demonstrou uma grande preocupação com essa junção de militares com civis, pois em outros momentos já tivemos sérios conflitos, principalmente quando o comando da gestão é feito por militares, considerando as características diferentes de disciplina, de hierarquia, há uma série de coisas que são diferentes e isso precisa ser muito bem esclarecido e distinguido os papéis de cada um para evitar desgastes nas relações de trabalho, pontuou Célio Santos. Cobrou ainda do secretário sobre a transformação de cargos de Auxiliar para técnico de enfermagem, o mesmo ficou de dialogar com a Secretaria de Governo para alinhar essa pauta.

A diretora Leopoldina da Graça também reiterou a preocupação da junção do SAMU e bombeiros, ao mesmo tempo que destacou a necessidade de haver um levantamento com os trabalhadores para que os mesmos ao serem removidos para outros locais, possam ficar mais próximo do seu local de residência, facilitando o acesso ao serviço.

Mudança de lotação

Leopoldina também denunciou que as mudanças de lotação dos trabalhadores vêm ocorrendo de forma inadequada, recentemente alguns efetivos que desempenhavam funções foram retirados do seu local de trabalho sem nenhum contato prévio, sendo substituídos por terceirizados, ou seja, foram informados apenas por uma ligação dizendo: “você já não está mais trabalhando aqui”. Isso é uma prática desrespeitosa para com o trabalhador e vem ocorrendo reiteradamente dentro da Secretaria de estado da saúde, nos diversos locais de trabalho. “É preciso um olhar mais humanizado para se fazer tais mudanças”, enfatizou ela.

HGE

Sem se ater apenas a pauta principal, a diretora Olga Chagas pontuou sobre a situação do Hospital Geral do Estado (HGE) que não diferente do SAMU passa pelos mesmos problemas. Cobrou do secretário as melhorias no descanso dos trabalhadores que estão com os colchões em péssimas condições de uso e também de regulamentar a lei do descanso.

Na recepção do HGE os trabalhadores são submetidos a trabalharem sem ar-condicionado numa alta temperatura que vem causando desconforto e mal-estar tanto para eles quanto para os usuários. As crianças já doentes, ficam aguardando atendimento nesse mesmo local, as mães tendo que abaná-las durante todo tempo de espera, uma verdadeira sauna.

A mesma situação é sentida no hospital geral do Agreste em Arapiraca.

O Secretário após ouvir todos os relatos, cobranças e denúncias se comprometeu de verificar todas as pautas, e para o momento apresentou as resoluções direcionadas ao SAMU:

Aquisição de 16 ambulâncias (locação), entrega prevista para abril de 2024,
Doação Ministério da Saúde de 30 ambulâncias para distribuir para todo Estado, previsão, maio de 2024.
Nova área física do SAMU Maceió, que funcionará a central de regulação de urgência no shopping farol, inauguração 14/03/2024,
Melhoria das áreas físicas das atuais unidades, prazo de 90 dias, com descentralização de ambulâncias em Maceió.
Fardamento, direção vai tentar aderir a alguma ata (licitação) no sentido de agilizar a compra na próxima semana em S. Paulo e no prazo de 60 dias estará entregando os novos fardamentos.
Segurança, será reforçada no horário de entrada e saída dos trabalhadores.
SAMU Arapiraca, já estão realizando estudos no sentido de adequar uma área no Quartel dos Bombeiros na cidade para fazer a transferência (90 dias).

Avaliação da reunião

Na avaliação do SINDPREV-AL a reunião foi bastante proativa e esclarecedora. O Secretário de saúde e sua equipe demostraram interesse em encaminhar o que foi discutido, firmando o compromisso de nos reunirmos na última quarta-feira de cada mês, bem como de reativar a mesa de negociação do SUS.

Esse é um momento em que precisamos fortalecer cada vez mais a participação do sindicato para cobrar da gestão respostas as demandas represadas que se arrastam de governo a governo, para isso temos também que ter a participação coletiva dos trabalhadores nas discussões, nos debates e reivindicações.

Data-base vem aí, precisamos arregimentar os trabalhadores no engajamento das lutas.

Cumprimos com mais uma agenda e seguiremos acompanhando os desdobramentos do que foi acordado pela gestão.

SINDPREV-AL

Celio Santos

Leonardo Correia (Fotos)

Valda Lima

Leopoldina Graça

Olga Chagas

GESTÃO:

Gustavo Pontes de Miranda (Secretário de Saúde)

Igor Francisco

Elaine Monteiro

Kelmany Monteiro

Guilherme Linhares

André Madeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *