28 de julho de 2022

Servidores da Saúde e Assistência Social de Maceió mantêm ESTADO DE GREVE e traçam estratégias de mobilização; Vereadores serão contactados

Os trabalhadores resolveram que vão procurar os vereadores de Maceió para que os parlamentares atuem como intermediários nas negociações com os gestores municipais.

Em Assembleia Geral realizada nesta terça-feira (27), no auditório do SINDPREV-AL, os servidores municipais de Maceió da Saúde e Assistência Social decidiram manter o Estado de Greve, rechaçando a proposta absurda da prefeitura de apenas 4% de reajuste, dividido em duas vezes e mais progressão por mérito e progressão por títulos (essa última de boca). As duas progressões, uma nesse ano e a outra em abril de 2023.

Os trabalhadores também resolveram que vão procurar os vereadores de Maceió para que os parlamentares atuem como intermediários nas negociações com os gestores municipais. Na próxima terça-feira  (2/8), às 14 horas, os servidores devem estar realizando uma vigília na Câmara para este contato. Pelo menos três vereadores já declararam apoio ao movimento dos trabalhadores: Dr. Valmir (PT), Teka Nelma (PSD) e João Catunda (PP). Há a expectativa dos servidores de que pelo menos 13 vereadores possam apoiar o movimento por reajuste salarial digno.

Por fim, a Assembleia aprovou que o movimento deve elaborar material de comunicação para ser usado nas manifestações como forma de aproximação dos servidores com a população em geral. Este material de comunicação deve conter ainda denúncias das péssimas condições de trabalho nos locais onde os servidores atuam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *