30 de novembro de 2021

SINDPREV-AL se solidariza com moradores da parte alta de Maceió e exige regularização do abastecimento de água por parte da BRK

Sindicato também vai participar de um ato com os moradores dos bairros atingidos pela falta de água

O SINDPREV-AL vem a público se solidarizar com os moradores dos bairros da parte alta de Maceió que estão sofrendo com a constante falta de água. O Sindicato cobra responsabilidade da concessionária privada BRK Ambiental que explora economicamente o abastecimento de água e esgoto da capital alagoana.

A BRK Ambiental já foi notificada por órgãos de defesa do consumidor, mas nada fez para regularizar o abastecimento nos bairros da parte alta da cidade.

Privatização faz mal

A privatização do saneamento básico foi sancionada por Jair Bolsonaro em 15 de julho com a sanção da lei 14.026/20, que modificou o marco regulatório do setor e, a partir de agora, as concessões serão cada vez mais comuns.

No caso da CASAL a empresa está sendo privatizada, apesar de resultados expressivos e crescimento contínuo das receitas e, também, do lucro. Os dados da Demonstração dos Resultados do Exercício (DRE), entre 2016 e 2019, indicaram que, nos últimos quatro anos, a empresa acumula lucro de quase R$ 100 milhões (R$ 66 milhões em 2019). Já as receitas têm se mantido acima de R$ 500 milhões.

Com a privatização da CASAL, a empresa BRK Ambiental, empresa canadense, ficou com os serviços de distribuição de água e todos os serviços de esgotamento sanitário (coleta e tratamento dos esgotos) e a parte comercial (cobrança e arrecadação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *