22 de julho de 2020

SINDPREV-AL e MPT-AL devem encaminhar documento à SESAU sobre perseguição no SAMU de Arapiraca

MPT atua desde o início da pandemia em parceria com o SINDPREV-AL para garantir dos direitos dos servidores do SAMU de Arapiraca

Em reunião virtual realizada nesta terça-feira (21) o Ministério Público do Trabalho (MPT), através do procurador Luiz Felipe dos Anjos Melo ficou acertado que o SINDPREV-AL e o MPT irão preparar uma requisição de informações e esclarecimentos junto à Secretaria Estadual de Saúde (SESAU) sobre perseguição administrativa que estão sendo vítimas servidores que trabalham à disposição do SAMU de Arapiraca. A reunião foi realizada entre o procurador do Trabalho, o presidente do SINDPREV-AL, Francisco Mata e a diretora Valda Lima, contanto também com a presença de representante do Departamento Jurídico do Sindicato.

Estas perseguições acontecem durante a maior pandemia sanitária da história moderna, onde gestores insensíveis e autoritários não aceitam qualquer tipo manifestação dos servidores, muito menos de críticas às péssimas condições de trabalho a que estão sendo submetidos diariamente, correndo risco de morte e contaminação pela Covid-19 e outras doenças infecciosas.

As denúncias de perseguição foram feitas pelo SINDPREV-AL após visitas ao SAMU de Arapiraca e conversar com os profissionais de saúde.

Veja matérias publicadas no nosso site sobre o assunto:

SINDPREV-AL repudia direção do SAMU-Arapiraca e denuncia perseguição aos trabalhadores

Após denúncia do SINDPREV-AL, Ministério Público do Trabalho (MPT) determina o retorno ao SAMU de Arapiraca dos dois funcionários que tinham sido afastados por perseguição da chefia

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *