22 de maio de 2020

Servidores federais se unem no pedido de impeachment de Bolsonaro

Movimentos sociais, juristas e partidos políticos protocolaram na Câmara dos Deputados o pedido mais representativo de afastamento do presidente Jair Bolsonaro. Assista ao vídeo do Fonasefe

Condsef/Fenadsef

O Fonasefe, fórum que reúne o conjunto de entidades que representam servidores federais das Três Esferas, integra o primeiro pedido coletivo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Mais de 400 entidades da sociedade civil, além de personalidades públicas como juristas e políticos e os partidos de oposição PT, PCdoB, PSOL, PCB, PCO, PSTU e UP, entregam às 11h desta quinta-feira, 21, um conjunto extenso de motivos para afastar o presidente, acusado de cometer crimes de responsabilidade, atentar contra a saúde pública e arriscar a vida da população pelo comportamento à frente da pandemia do coronavírus, dentre outros crimes.

A Condsef/Fenadsef assina o documento. Em vídeo produzido para o Fonasefe, o secretário-geral da entidade, Sérgio Ronaldo da Silva, destaca que esse é um primeiro ato formal importante, mas a resistência deve continuar. “Pelos vários crimes de responsabilidade que ele tem cometido. É preciso parar as atrocidades desse presidente genocida”, frisa. “Só na luta que nós iremos salvar nosso país dessa irresponsabilidade. Luta e resistência em defesa da democracia e dos direitos dos trabalhadores do Brasil”.

Assista ao vídeo “Basta”

Os partidos de oposição, juristas e organizações sociais acusam ainda Bolsonaro de crimes contra o livre exercício dos poderes constitucionais, contra o livre exercício dos direitos políticos, individuais e sociais, contra a segurança interna do país e contra a probidade administrativa. É o primeiro pedido de impeachment suprapartidário e de amplos setores da sociedade brasileira e não de apenas um partido ou parlamentar.

Com informações da CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *