21 de março de 2020

Dia Internacional de Luta pela eliminação da discriminação racial

Na luta pelo combate a toda forma de exclusão, é preciso conhecer a história para dar corpo e forma à indignação. A discriminação racial não pode ser negada ou minimizada e, sim, eliminada.

O Dia Internacional contra a Discriminação Racial é celebrado anualmente em 21 de março. Esta é uma importante data que reforça a luta contra o preconceito racial em todo o mundo. Essa luta só começou a se intensificar no Brasil após a Constituição Federal de 1988, que incluía o crime de racismo como inafiançável e imprescritível.

O dia 21 de março foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) para lembrar a execução de 69 pessoas negras em uma manifestação pacífica contra o regime de segregação racial (Apartheid), na cidade de Sharpeville na África do Sul, no início da década de 1960. Recebidos à bala pelos policiais, os manifestantes foram mortos em frente à uma delegacia de polícia.

Neste ano, o massacre completa 57 anos e a intolerância racial permanece arraigada na humanidade, em diversos lugares do mundo. Esse é mais um dos episódios da história de opressão e crueldade contra os negros, que atualmente ainda convivem com a discriminação racial.

No Brasil, várias entidades do movimento social incorporaram a data em seus calendários de luta, dentre elas a FASUBRA, para que nunca nos esqueçamos de que toda forma de opressão precisa ser denunciada, rechaçada e eliminada cotidianamente, no nosso fazer diário, nas nossas relações pessoais, no trabalho, na escola, na família.

Discriminar passou a ser um ato ilegal na maioria dos países no século XX, porém, presenciamos atualmente um acentuado retrocesso apresentado pelo conservadorismo ascendente em diversos países.

O massacre de jovens negros no Brasil, segundo o Mapa da Violência de 2016, alertou os grupos em defesa dos direitos humanos no país. O número de vítimas negras passou de 20.291 em 2003 para 29.813 em 2014, um aumento de 46,9% dos casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *