8 de janeiro de 2020

Alagoas se despede de Cícero Lourenço

Centenas de lideranças do movimento sindical e popular compareceram ao sepultamento do companheiro Cícero Lourenço

Centenas de dirigentes sindicais, lideranças do movimento popular, amigos e familiares se despediram do companheiro Cícero Lourenço nesta terça-feira (7) durante seu velório e sepultamento, em Maceió.

Diversos sindicatos e organizações da sociedade civil organizada enviaram notas de pesar. Veja abaixo:

É com grande pesar que noticiamos o falecimento do companheiro Cícero Lourenço da Silva. Lourenço resistiu bravamente contra um câncer extremamente agressivo. Lutou cada minuto, cada dia, cada mês, cada momento. Sua vida é uma prova de resistência e firme convicção nos princípios sociais que movem os lutadores do povo. Lourenço deixa um legado de um verdadeiro líder, um baluarte na defesa de uma sociedade livre da exploração do capital. Todos nós que tivemos a honra de conviver com ele ficamos tristes, mas temos a certeza que ele lutou e resistiu ao máximo, dando provas da sua capacidade de encontrar uma palavra de esperança, mesmo diante dos momentos mais chocantemente tristes. Vai Lourenço, fica o exemplo de lutador social, do líder, do pai, avó, companheiro para todas as horas.

Diretoria do SINDPREV-AL

NOTA DE PESAR

O CES lamenta profundamente o falecimento do companheiro de lutas, Cícero Lourenço da Silva, ocorrido nesta segunda-feira, 06 de janeiro. Ele foi o grande homenageado da 9¤ Conferência Estadual de Saúde, dando seu nome ao evento, ocorrido em junho de 2019, por ter dedicado sua vida na defesa de uma saúde pública de qualidade, na linha de frente como militante e sindicalista. A 9ª COESA passou a se chamar 9¤ Conferência Estadual de Saúde Cícero Lourenço da Silva.
Lourenço como era conhecido foi um destacado líder sindical com quase 40 anos de atuação. Foi três vezes presidente do SINDPREV-AL e o maior entusiasta da organização sindical por ramo de atividade. Era funcionário do Ministério da Saúde é reconhecido como um grande defensor do Sistema Único de Saúde (SUS).
Teve destacada atuação na formulação de políticas públicas de aprimoramento do SUS, sendo um dos primeiros representantes dos trabalhadores em atuação marcante nas instâncias decisórias da Saúde.
Em meio a tristeza, destacamos o exemplo e o legado que Lourenço deixa entre os trabalhadores, o movimento sindical e para a sociedade alagoana.
CONSELHO ESTADUAL DE SAÚDE DE ALAGOAS

Nota de Pesar da CNTSS:
Por Sandro Cesar presidente da CNTSS

Quero aqui prestar as minhas homenagens ao meu grande companheiro Cícero Lourenço, dirigente do SINDPREV AL, da FENASPS, da CNTSS, da CUT e do PT.

Hoje você foi chamado a casa do Pai, mas ficará guardado em nossos corações, obrigado pela oportunidade de tê-lo conhecido, até um outro dia!

Deixo este poema em sinal do meu respeito pela sua luta em defesa do socialismo em nosso país.

O Marco

Nem muito alto,
nem muito largo,
nem imperador,
nem rei.
Você é só um marco de estrada,
que se ergue junto à rodovia.
As pessoas passam
Você indica a direção certa,
e impede que elas se percam.
Você informa a distância
que se precisa ainda percorrer.
Sua tarefa não é pequena
e toda gente lembrará sempre de você.

Ho chi Minh

Nota de pesar da DS pela morte do companheiro Cícero Lourenço

Militante da Democracia Socialista e do PT de Alagoas por 25 anos, Cícero doou toda sua vida às mais belas causas coletivas e a todos e todas que sofrem injustiças

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
— mais nada.

(Cecília Meireles)

Hoje a tua voz emudeceu.

Mas as tuas palavras ecoam.

Palavras de ordem, vigorosas, sempre entusiasmadas, transmitindo força para a luta coletiva, ânimo para continuar, transmitindo a indignação contra todas as injustiças, e a certeza da vitória no porvir.

Palavras cantadas, ritmadas, liderando marchas, por todas as causas justas e dignas, contra todas as formas de opressão, marchas em direção ao futuro de liberdade e emancipação.

Nosso estimado companheiro Cícero Lourenço da Silva nos deixa hoje. Após um longo período de enfrentamento a um câncer, no qual não abriu mão de estar presente nas várias atividades de luta, por fim o corpo descansa.

Ao deixar o corpo físico para trás torna-se mais forte e mais presente, pois fica como exemplo e essência de um militante.

Lourenço foi militante da Democracia Socialista e do PT de Alagoas por 25 anos, e a ele dedicamos homenagem e reconhecimento.

Lourenço doou toda sua vida às mais belas causas coletivas. Esteve lado a lado, solidário, com todos e todas que sofrem injustiça nesta terra. Por mais de três décadas Lourenço participou, organizou, compartilhou de todas as reivindicações legítimas da classe trabalhadora da cidade e do campo, das mulheres, da juventude, do povo negro, dos povos indígenas, da população LGBTI+, e de qualquer segmento oprimido.

Sindicalista defensor do SUS, da Previdência Pública, da Assistência Social, colaborou com todas as lutas pelos Direitos Sociais, pela Democracia, pelos Direitos Humanos, no plano local e no nacional.

Diretor do Sindprev, da CNTSS, da CUT, do PT, colaborava com a organização da classe trabalhadora e com os movimentos sociais.

Intenso, ígneo, colocava paixão em cada atividade, e destemido, encorajava. Essa força, essa energia imensa ele hoje nos transmite como legado, para que possamos continuar a luta, sem temor, e sobretudo, com esperança.

O guerreiro agora repousa.

Seguiremos em marcha!

Lourenço Presente!

Democracia Socialista (DS)

Nota de Falecimento

O Partido dos Trabalhadores de Maceió comunica com imensa tristeza o falecimento do companheiro CICERO LOURENÇO, secretário sindical do PT e dirigente do SINDPREV e da CUT. Militante apaixonado pelo PT e dedicado a construção de nosso partido, lembraremos de LOURENÇO com sua alegria, vontade viver e disposição de lutar pelas causas sociais. Seu sorriso permanecerá em nossa memória. Deixamos nossas mais sinceras condolências à família, amigos e companheiros e companheiras de lutas e sonhos por esta inestimável perda.

Lourenço, Presente!

Marcelo Nascimento Presidente Diretório Municipal PT em Maceió

Nota de pesar do SINTUFAL

O Sindicato dos Trabalhadores na Universidade Federal de Alagoas (Sintufal) lamenta, com profundo pesar, o falecimento do secretário sindical do Partido dos Trabalhadores (PT) e dirigente do Sindprev, Cícero Lourenço da Silva. O velório de Cícero Lourenço acontece na capela 3 do Parque das Flores e o sepultamento está marcado para as 17 horas desta terça-feira no mesmo local.

UM BREVÍSSIMO RESGATE HISTÓRICO E UMA PEQUENA HOMENAGEM À MEMÓRIA DE CÍCERO LOURENÇO DA SILVA, um guerreiro incansável e um ser humano admirável.

Por Ronaldo Augusto de Alcântara – Vice-presidente do SINDPREV-AL e Secretário de Meio Ambiente da CUT-AL

Lourenço partiu no finalzinho da tarde de ontem. Finalmente descansou! Lourenço lutou incansável a sua batalha mais difícil. Combateu um câncer de pâncreas. Guerreou por quase dois anos, quando os prognósticos médicos iniciais não lhe deram mais que seis meses de vida. Após o baque inicial da notícia, resolveu fazer o que sabia fazer melhor que qualquer um de nós, lutar… Não se entregou. Resistiu… Até para além do impossível. Por isso, pode comemorar seu – último – aniversário junto com a família e amigos. Comemorou o Natal. E viu a chegada de mais um Ano Novo. Mas foi vencido no dia Dos Reis.

Lourenço foi um lutador incansável! Sempre esteve presente onde a classe trabalhadora precisava se organizar para lutar. Lourenço foi um militante e ativista político de primeira grandeza. Nunca recuou em sua garra e vontade de ajudar a quem sofria exploração.

Lourenço participou das primeiras greves da Previdência e Saúde. Ajudou a fundar o SINDPREV-AL e organiza-lo por Ramo de Atividade na Seguridade Social. Em Alagoas, além de representar os trabalhadores do INSS, MINISTÉRIO DA SAÚDE e do extinto MInistério do Trabalho, o SINDPREV-AL também está presente e organizado em mais de 60 municípios, defendendo e organizando os servidores municipais. Esse feito é um dos maiores legados de Lourenço.

Mas Lourenço não se bastava na luta sindical do SINDPREV-AL. Ele também se fazia presente junto às lutas dos trabalhadores em educação, junto com o SINTEAL, na luta dos trabalhadores dos CORREIOS, CONSTRUÇÃO CIVIL, BANCÁRIOS, TRABALHADORES DA SAÚDE ESTADUAL E MUNICIPAIS , MST, RODOVIÁRIOS, estudantes universitários e secundaristas, em fim, onde houvesse injustiça, desigualdade, opressão, esse gigante estava presente, solidarizando-se, se colocando ao lado de sua classe.

Lourenço teve papel destacado e indispensável nos principais momentos da nossa história recente.

Ajudou a construir o 17 DE JULHO DE 1997, uma insurreição popular que derrubou o governador de Alagoas, Divaldo Suruagy, por conta do salário dos servidores estaduais que estavam sem receber há nove meses.

Desde os primeiros momentos, ele atuou muito habilmente nos bastidores e na linha de frente, organizando a resistência e a revolta que eclodiu em na insurreição. Lourenço atuou tanto nas reuniões, articulando a frente que uniu trabalhadores civis e militares, em cima do trio elétrico puxando as palavras de ordem, quanto na linha de frente, na histórica derrubada da grade da Praça da Assembléia, protegida por militares do exército armados de fuzis, que visavam separar o povo dos parlamentares que estavam acovardados, escondidos na Casa de Tavares Bastos.

Lourenço também foi um dos articuladores nas grandes manifestações de rua, que visavam denunciar os deputados acusados de participarem da Máfia das Taturanas – inserção de servidores fantasmas na Folha de Pagamento da Assembleia, para o que hoje é conhecido como rachadinha.

Lourenço denunciou a máfia das AIHs, situação em que hospitais adulteravam laudos hospitalares e com isso superfaturavam as contas e desviavam recursos do SUS.

Lourenço ajudou a dirigir as primeiras greves dos Servidores da ex-SUCAM e a fundar o SINTSEP-AL.

Durante toda a década de 90, como dirigente nacional da FENASPS – FEDERAÇÃO NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES E SINDICATOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL e da CNTSS – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, Lourenço lutou incansavelmente contra as ameaças de privatização do INSS, através das Agências Executivas e do SUS. Dirigiu as históricas greves do PCCS, da GAE e da GDASS e GDPST.

Batalhou incansavelmente pela conquista de reajustes salariais e de gratificações para os trabalhadores das carreiras do Seguro Social (INSS) e da Seguridade Social (MS e MTE).

Esteve presente em várias lutas dos trabalhadores rurais em nosso estado. Foi solidário a vários segmentos estudantis.

Lourenço foi Secretário de Movimentos Sociais e também Secretário Sindical do PT. Mas esse gigante de determinação e generosidade não era só um militante preocupado com a parte prática e organizativa da classe trabalhadora.

Nos últimos anos, sabedor que toda prática sem teoria é uma prática cega, Lourenço dedicou-se às atividades de Formação Política e Sindical no SINDPREV-AL e na CUT.

Muitos não o conheceram, portanto nem sequer sabem da importância histórica e do tamanho do seu legado, mas os trabalhadores alagoanos, em todos os setores, perderam um defensor incansável de seus direitos.

Seu espirito guerreiro, contrastava com seu carinho, afeto e excelente humor, característicos de quem amava as pessoas, amava a vida, e doou-a na luta pelas causas que acreditava. Lourenço foi um excelente amigo, companheiro, pai e avó. Uma pessoa assim não morre, pois suas lições amor, afeto, carinho, de luta e de discussão determinação incansável e intransigente contra os poderosos, serão sempre lembradas.

Lourenço? PRESENTE!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *