20 de dezembro de 2019

Sindicatos preparam reação contra a Reforma da Previdência do governo Renan Filho

Entidades já estão elaborando ações judiciais para barrar o 'pacote de maldades' do governador Renan Filho para os servidores estaduais

O SINDPREV-AL e outros sindicatos de servidores públicos estaduais realizaram nova reunião nesta sexta-feira (20) para traçar estratégias para barrar a Reforma da Previdência do governador Renan Filho. A reunião aconteceu no auditório do SINDPREV-AL.

Sem conceder qualquer tipo de reajuste salarial para os servidores, o governador ‘presenteou’ o funcionalismo com um desconto de 3% em todos os salários. A Reforma da Previdência aprovada a toque de caixa pela Assembleia Legislativa aumenta de 11% para 14% a contribuição previdenciária dos servidores.

O Projeto de Lei Constitucional (PLC 78/2019), aprovado na ALE  violou as Constituições Federal e Estadual e, também, a Lei Complementar 07/1991, conforme denunciou a Associação dos Procuradores do Estado de Alagoas. Com isso, os sindicatos já estão elaborando ações judiciais contra a Reforma.

Participaram da reunião os/as diretores/as do SINDPREV-AL: Francisco Mata, Valda Lima, Maria Lins, Cida Flores e Lívia Dias. Sindicatos presentes: SINDPREV-AL, Cícero Filho pelo SindJus – Renhida Barreto do Sineal e Lusitânia Oliveira do SindPsi.

Uma nova reunião deve acontecer no próximo dia 10 de janeiro/2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *