21 de agosto de 2019

Gestão de Igaci não apresenta nova proposta e servidores se recusam a entregar relatórios de produção

Reunião foi marcada pela gestão, mas não houve nenhum avanço, já que não foi apresentada proposta nova

A expectativa dos servidores da Seguridade Social de Igaci era de que a gestão apresentasse uma nova proposta para reajuste da categoria, mas não foi isso que aconteceu na reunião realizada nesta terça-feira (20).

Os gestores municipais, prefeito, secretário de Saúde, Procuradoria e Controladoria convocaram os trabalhadores para a reunião, mas não apresentaram nada de novo, além da proposta inicial de apenas 4% de reajuste. Diante desse quadro, os trabalhadores vão manter a decisão de não entregar os relatórios de produção.

Apesar de dizerem que não a prefeitura não tem condições de pagar um reajuste maior, os gestores não apresentaram nenhum plano de enxugamento de despesas ou mesmo um relatório financeiro que pudesse corroborar com a afirmação de que o município estaria prestes a romper a barreira da Responsabilidade Fiscal. Os gestores não apresentaram nada que justificasse o não repasse de um reajuste digno para a categoria, muito menos um plano de reduzir as despesas extras.

A reunião terminou sem acordo e os servidores seguirão sem entregar os relatórios de produção. Uma nova reunião deve ser marcada nos próximos dias para definir dia de paralisação com ato público no centro da cidade para dialogar com a população sobre suas reivindicações e o tratamento dado pelo Gestor aos trabalhadores.

Pauta da categoria:

1. Data base 2019;

2. Correção do laudo de insalubridade que reduziu de 20% para 10% o valor do adicional pago a algumas categorias; 3. Alteração do piso inicial na tabela específica dos ACSs e ACEs de forma a cumprir com a lei federal nº 13.708/2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *