4 de junho de 2019

Greve geral: após atos pela educação, ideia é “parar tudo” em 14 de junho

Mobilização das últimas semanas fortaleceram luta contra a reforma da Previdência

O sucesso das mobilizações pela educação, em todo o país, reforçou o chamamento para a greve geral contra a perda de direitos dos trabalhadores brasileiros, marcada para 14 de junho. O ponto-chave da greve é a defesa da Previdência pública e solidária que está sendo atacada pelo projeto de reforma do governo Bolsonaro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *