10 de abril de 2019

Servidores são recebidos com portas fechadas na Câmara de Vereadores e impedem sessão

Milhares de trabalhadores da Prefeitura Municipal de Maceió foram obrigados a ocupar a Câmara de Vereadores para impedir votação de projetos contra a categoria

A possibilidade de votação de dois Projetos de Lei encaminhados pelo prefeito Rui Palmeira (PSDB) que retira direitos dos servidores de Maceió levou milhares de trabalhadores para a frente da Câmara de Vereadores (atualmente localizada no bairro de Jaraguá) nesta terça-feira (9).

A intenção inicial do Movimento Unificado era que uma comissão de trabalhadores, através das suas representações sindicais entrasse no local para acompanhar a sessão plenária. Infelizmente, a direção da Casa resolveu fechar as portas, irritando a multidão, que forçou a entrada. A polícia usou bombas e balas de borracha, mas não adiantou, os trabalhadores entraram na Câmara, inviabilizando a sessão que trataria dos projetos, apelidados de pacote de maldades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *